Três dias depois, relator Golpista é condenado 

Três dias depois, relator Golpista é condenado Jovair Arantes vai ter que pagar R$ 25 mil Imprimir publicado 20/04/2016 Jovair durante sessão para votação de seu parecer pelo impeachment de Dilma No Uol: Relator do impeachment, deputado Jovair Arantes é condenado pelo TRE-GO O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) condenou o deputado Jovair Arantes (PTB-GO) ao pagamento de multa de R$ 25 mil pelo uso dos serviços de funcionário público em seu comitê de campanha eleitoral de 2014 durante o horário normal de expediente.

Jovair Arantes foi o relator do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) na Câmara. O deputado deu parecer favorável ao afastamento da petista. A representação contra o deputado foi apresentada pelo Ministério Público Eleitoral. Segundo o TRE, a Lei das Eleições estabelece que o servidor só poderia trabalhar se estivesse licenciado. A Justiça concluiu que o servidor não estava licenciado. O relator do processo, juiz Fabio Cristóvão, afirmou que policiais constataram a presença do servidor nas dependências do escritório político do deputado. Para o magistrado, ficou comprovado que o funcionário público prestava serviços ao então candidato durante sua campanha eleitoral.

Fonte: Três dias depois, relator Golpista é condenado — Conversa Afiada

Você pode gostar...