11 Alimentos que Te Envelhecem Precocemente

Se você está envelhecendo mais rápido do que gostaria, talvez seja hora de avaliar algumas variáveis. É claro que todos vivenciam esse processo, mas, existem aspectos que podem acelerar consideravelmente.

Além do tabagismo, excesso de sol, ambiente em que você vive e as toxinas que está exposto, a dieta também tem uma parcela de responsabilidade muito relevante. Diante disso, manter uma dieta nutritiva, saudável e equilibrada, evitando alimentos que te envelhecem precocemente pode ser um caminho para permanecer jovem por muito mais tempo.

Fatos sobre o envelhecimento precoce

Não é segredo para ninguém que o corpo envelhece todos os dias, e à medida que os anos avançam, sua pele mostra os sinais de envelhecimento. No entanto, a rapidez com que isso acontece dependerá da influência genética, saúde geral, e de fatores extrínsecos, como obter exposição excessiva ao sol, fumar e até mesmo beber álcool frequentemente.

Estima-se que aproximadamente 30% do envelhecimento seja determinado geneticamente, o que significa que 70% está em suas mãos. Sendo assim, o segredo está em conhecer e evitar fatores que podem acelerar a condição, incluindo os alimentos que te envelhecem precocemente. Mas antes, veja abaixo quais são todos os aspectos que podem antecipar o envelhecimento:

– Estresse

O estresse aumenta os riscos de desenvolver várias doenças e também acelera o envelhecimento da pele. Ele é um dos responsáveis pelas linhas finas, que são encontradas principalmente no rosto, rugas mais profundas ao redor dos olhos, que mostram sinais de pele estressada, e aquelas no centro da testa, conhecidas como linhas de preocupação.

– Sono inadequado

Privação de sono é um dos principais motivos das olheiras e bolsas sob os olhos, falta de energia durante o dia, lentidão mental, problemas de atenção ou ganho de peso, mas a condição também é apontada como responsável por uma vida útil mais curta.

A falta de descanso adequado pode causar danos para a pele, tornando-a irritada e seca, o que causa um envelhecimento prematuro. A falta de sono também pode causar uma pele com aparência cinza e flácida, devido à falta de produção de colágeno.

Investir em pelo menos sete a oito horas pode permitir que as células da pele se renovem durante a noite.

Dormir de bruços ou de lado com o rosto pressionando o travesseiro pode criar rugas e acelerar o envelhecimento. Isso acontece porque o tecido conjuntivo e o colágeno do rosto ficam mais fracos e menos favoráveis com a idade, então, se você já é mais velho e costuma dormir do mesmo lado diariamente, sua pele pode não voltar tão rápido, e esses “vincos” do travesseiro podem se tornar permanentes. Prefira dormir de costas ou usar uma fronha de cetim para manter a pele lisa.

– Poluição

Embora seja bastante difícil controlar, a poluição é muito nociva para a pele, pois ela retarda o crescimento celular, o que faz com que sua pele envelheça rapidamente. As toxinas presentes neste cenário podem diminuir o oxigênio e o colágeno da pele, o que causa uma aparência sem brilho, irritação, manchas e também um tom de pele irregular que pode trazer uma aparência muito mais velha.

– Não usar um creme antienvelhecimento

A pele ao redor dos olhos é bem mais fina do que a pele do rosto, e por esse motivo ela costuma mostrar danos muito mais cedo. Então, a rotina de cuidados com a pele precisa incluir um bom creme para área dos olhos, para manter a hidratação e promover a formação de colágeno e elastina para enrijecer a pele e reduzir as linhas finas ao redor dos olhos. Dessa forma, será possível evitar o surgimento precoce de rugas, e consequentemente o envelhecimento.

– Exposição solar sem proteção

Caminhar, dirigir e ficar exposto ao sol sem protetor solar pode ser muito prejudicial. Uma das principais causas dos sinais de envelhecimento precoce no rosto é a exposição aos raios ultravioleta, que está presente mesmo nos dias nublados ou chuvosos.

A recomendação para evitar é proteger a pele com um protetor solar sempre que for sair ao ar livre.

– Falta de postura

Não manter uma postura adequada na hora de assistir TV, ou na sua mesa do escritório pode permitir que a coluna crie uma postura curvada e prejudicial ao longo do tempo.

Ter uma curvatura na coluna faz com a pessoa pareça mais velha, independentemente da idade, e a má postura pode causar músculos, discos e ossos anormalmente estressados. O resultado é a presença de dor e fadiga, e possivelmente degeneração da coluna vertebral e uma deformidade permanente.

– Ficar muito tempo sentado

Um estudo realizado com cerca de 11.000 adultos australianos mostrou que cada hora na frente da TV pode reduzir a expectativa de vida em 22 minutos, e que as pessoas que passam uma média de seis horas por dia assistindo a TV vivem cinco anos a menos do que aquelas que não assistem. O principal motivo está relacionado ao fato de ficar muito tempo sentado e inativo, e não necessariamente ao aparelho.

Além disso, ficar sentado por mais de 30 minutos estimula o corpo a depositar açúcar em suas células, o que contribui com o ganho de peso também.

– Usar certos medicamentos

Ingerir remédios que contêm corticosteroides orais ou fazer a aplicação tópica pode diminuir o colágeno e a elastina, e isso faz com que a pele fique mais fina e os vasos sanguíneos mais propensos a romper. Além disso, alguns tipos de antibióticos, inibidores da ECA e diuréticos e medicamentos anticonvulsivos podem causar fotossensibilidade, tornando a pele mais sensível aos danos causados pelo sol, o que permite o surgimento precoce de rugas e alterações na pigmentação.

– Fumar

É fato que o cigarro é o responsável por muitas doenças, entre elas o câncer de pulmão, garganta, boca e cervical, mas ele pode causar um envelhecimento prematuro também.

O tabaco diminui o fluxo de oxigênio e nutrientes para os vasos sanguíneos, o que deixa a pele cinza e sem elasticidade. O resultado é o surgimento de rugas, manchas e dentes amarelados.

O doutor Alex Bobak, presidente do SCAPE, afirma que o hábito de fumar causa um aumento de 40% no envelhecimento, o que significa que uma mulher de 39 anos que fuma há 20 anos terá a pele de uma mulher de 47 anos.

– Manter uma dieta pobre em nutrientes

O que você come pode afetar a sua pele de forma positiva ou negativa. Quando o organismo recebe a quantidade de vitaminas e minerais suficientes, o corpo é capaz de realizar os processos de forma eficaz, e isso se reflete na saúde, especialmente da pele. Porém, alguns alimentos estimulam o surgimento de rugas e linhas finas, porque podem causar desidratação e também impactar na produção de colágeno e elastina, que são fundamentais para uma pele saudável e jovem.

Conheça abaixo quais alimentos são prejudiciais que potencializam essa condição.

Alimentos que te envelhecem precocemente

Manter uma alimentação pobre em nutrientes pode acelerar o processo de envelhecimento de sua pele ao longo do tempo, especialmente porque o corpo fica sem nutrientes suficientes para combater os efeitos causados pelos radicais livres, impulsionando assim o processo de envelhecimento.

Sendo assim, a chave é escolher alimentos ricos em nutrientes, como as vitaminas e minerais, e limitar os alimentos que te envelhecem precocemente, como:

1. Açúcar e carboidratos refinados

Uma das causas do envelhecimento precoce é a inflamação crônica de baixo grau, e alguns alimentos como o açúcar e os carboidratos refinados, como a farinha branca, são apontados como causadores de inflamação. No corpo, um processo inflamatório constante se reflete em uma dor e aumenta os riscos de doenças relacionadas à idade, como aterosclerose, Alzheimer e diabetes tipo 2. Já na pele, a inflamação induz o estresse oxidativo, reduzindo a capacidade das células de se defenderem dos danos causados pelos radicais livres, uma condição que promove a degradação do colágeno.

Depois de comer alimentos açucarados ou uma refeição rica em carboidratos, o corpo libera um hormônio chamado insulina, e quantidades muito altas são extremamente inflamatórias. Além disso, os níveis elevados de açúcar no sangue também aceleram um processo natural chamado glicação, no qual a glicose se liga às proteínas do corpo e as torna rígidas. Isso envolve o colágeno e a elastina, proteínas que mantêm a pele lisa, elástica e firme.

Estas proteínas rígidas são chamadas de produtos finais de glicação avançada (AGEs) e não apenas desencadeiam uma reação inflamatória, mas também causam a fragilidade e quebra do colágeno e da elastina, promovendo o envelhecimento da pele. O resultado é a perda da firmeza, o que viabiliza o surgimento de rugas e linhas, falta de brilho e jovialidade da pele.

2. Bebidas alcoólicas

O álcool é um diurético, capaz de provocar desidratação, o que diminui a hidratação da pele e promove a falta de sono, ambos associados ao envelhecimento precoce. Além disso, o álcool pode impedir o funcionamento eficaz do fígado, que é o órgão responsável por eliminar as toxinas do corpo. Quando o fígado não é capaz de realizar bem o seu trabalho, as toxinas se acumulam e não são decompostas adequadamente. A partir daí a pele começa a desenvolver uma série de problemas, como acne, linhas de expressão, rugas e também desencadear surtos de rosácea.

3. Carnes processadas

Carnes processadas são aquelas que foram modificadas de seu estado original. Geralmente elas são defumadas, curadas, salgadas, enlatadas, secas ou conservadas. As mais comuns são: salsichas, presunto, salame, peito de peru fatiado, bacon, linguiça, charque, carne enlatada e outras carnes processadas, e seu consumo está relacionado a uma variedade de problemas de saúde, pois sua ingestão excessiva pode impulsionar o surgimento de diabetes tipo 2, doenças cardíacas e alguns tipos de câncer.

Isso acontece porque durante o preparo desse tipo de alimento são acrescentados excesso de sal, conservantes e gorduras. Em relação ao envelhecimento precoce, muitas dessas carnes têm sulfitos e outros conservantes, que podem desencadear inflamação na pele e acelerar o aparecimento de rugas, linhas de expressão e flacidez da pele.

A melhor saída é diminuir consideravelmente o consumo desses alimentos que te envelhecem precocemente e incluir na dieta mais alimentos naturais.

4. Excesso de carne vermelha

Segundo pesquisadores, manter uma dieta rica em carne vermelha e pobre em frutas e vegetais pode aumentar consideravelmente a idade biológica do corpo, fato que aumenta as chances de desenvolver problemas de saúde. De acordo com os estudos, combinar a ingestão frequente de carne vermelha com uma dieta pobre causa um aumento moderado nos níveis de fosfato sérico no corpo, e essa alteração pode acelerar o processo de envelhecimento, causar um maior risco de mortalidade, envelhecimento vascular prematuro e doença renal.

5. Carnes gordas

As carnes gordas também estão na lista de alimentos que te envelhecem precocemente, então os cortes que contêm mais gordura devem ter a sua ingestão controlada. Esse tipo de alimento estimula os efeitos dos radicais livres, que são famosos por impulsionar o envelhecimento.

Os radicais livres são moléculas solitárias que buscam desesperadamente uma companhia, e nessa busca desenfreada, eles se ligam a células saudáveis para se manter estabilizados, e essa condição pode matá-la, afetando a capacidade da pele de se proteger contra agentes nocivos e de gerar colágeno. Sem colágeno suficiente, a pele pode apresentar sinais de envelhecimento muito antes do tempo.

Sendo assim, ao invés de comer carnes gordas, prefira os alimentos ricos em antioxidantes, pois eles têm a capacidade de oferecer aos radicais livres uma molécula que impede que ele se ligue às células saudáveis. Os soros que contêm vitamina C – conhecido como ácido ascórbico – também podem ajudar a manter a pele jovem.

6. Carnes carbonizadas

O churrasco é um prato muito comum no cardápio dos brasileiros. Para preparar a carne, normalmente é usada uma grelha que é aquecida com carvão ou de forma elétrica, e quando a carne é excessivamente assada e fica queimada, pode conter hidrocarbonetos. Eles são substâncias que estimulam o processo inflamatório do corpo, fato que pode representar um problema, considerando que a inflamação quebra o colágeno na pele.

A boa notícia é que você não precisa eliminar o churrasco do seu cardápio, mas é fundamental que qualquer parte queimada seja eliminada e a grelha limpa para não contaminar as próximas peças que serão colocadas.

7. Sódio

O sal é normalmente adicionado ao preparo dos alimentos para proporcionar um pouco mais de sabor, e mesmo que você o elimine do cardápio, não pode garantir que a sua ingestão seja baixa. Atualmente, diversos alimentos congelados, enlatados e industrializados carregam sódio para ajudar a manter a conservação e prolongar a vida útil.

Um dos efeitos do excesso de sódio é a retenção de líquidos, que causa inchaço, mas o seu consumo também foi apontado como capaz de acelerar o processo de envelhecimento celular, especialmente nas pessoas jovens com sobrepeso ou obesidade.

As descobertas comprovam que os adolescentes acima do peso que consumiam muito sal tinham “telômeros” mais curtos – capuzes de proteção no final dos cromossomos – em comparação com aqueles que mantinham uma dieta baixa em sal. Cada vez que uma célula se divide, os telômeros ficam mais curtos e, quando ficam muito curtos, a célula para de se dividir e morre. Para que você tenha uma ideia da gravidade, o encurtamento dos telômeros é associado a condições que acontecem em uma idade mais avançada, como doenças cardíacas, câncer, diabetes tipo 2 e demência.

Os níveis elevados de gordura corporal já eram conhecidos por acelerar o encurtamento dos telômeros, no entanto, o sódio demonstrou acelerar ainda mais o efeito em pessoas que estão acima do peso.

8. Comidas picantes

Comidas muito apimentadas são conhecidas por agravar a rosácea, especialmente nas peles que já são propensas a essa condição ou nas mulheres que estão vivendo a menopausa. O motivo está relacionado ao fato dos vasos sanguíneos serem mais reativos nessas pessoas, e como as comidas picantes dilatam os vasos sanguíneos, a pele pode apresentar manchas e perder a jovialidade.

Porém, comer eventualmente não causará danos, mas o excesso pode levar a surtos regulares, que causam vasinhos – conhecidos como veias de aranha -, inchaço ou uma vermelhidão permanente na pele, e todos eles provocam um aspecto mais envelhecido.

9. Óleos vegetais

A maioria dos óleos vegetais disponíveis no mercado são os óleos de canola, milho, soja, cártamo, palma e girassol, e eles são altamente processados. São usados frequentemente por muitos restaurantes e lanchonetes para fritar alimentos, e para que não haja desperdícios, podem ser aquecidos diversas vezes, o que torna as gorduras muito mais espessas, fazendo com que o corpo tenha dificuldade de eliminá-las.

Quando comemos alimentos feitos com alguns óleos que foram expostos a altas temperaturas estamos ingerindo gordura oxidada, que pode aumentar as chances de doenças cardíacas, má circulação do sangue e permitir um processo metabólico enfraquecido.

Como a pele saudável precisa essencialmente de uma boa circulação e de um metabolismo saudável, os sistemas fracos terão dificuldade de levar o oxigênio de forma eficaz, atrapalhando a síntese de colágeno e elastina, que são fundamentais para manter a pele jovem e radiante.

10. Gorduras trans

As gorduras trans são muito nocivas para a saúde e não poderiam faltar na lista de alimentos que te envelhecem precocemente. Entre os seus maiores prejuízos, está um aumento no risco de doença cardíaca. Porém, sua ingestão pode prejudicar também a pele.

As gorduras viabilizam os processos inflamatórios corporais, uma condição que impacta na produção eficaz de colágeno. Outro ponto significativo é que elas deixam a pele mais vulnerável aos danos causados pelos raios UV, que é uma das principais causas do envelhecimento precoce.

Certifique-se de diminuir a ingestão de alimentos que contenham gorduras trans, e evite também os produtos que sinalizam no rótulo o óleo parcialmente hidrogenado.

11. Cafeína

A cafeína presente em refrigerantes, alguns tipos de chás e também no café é considerada um diurético. Isso significa que a sua ingestão estimula o corpo a eliminar fluidos, deixando seu corpo e pele desidratados, fazendo com que ela pareça irritada e mais envelhecida do que o normal.

Além disso, alguns estudos mostraram que beber entre 2 e 3 xícaras de bebidas com cafeína pode estimular a resposta pituitária-adrenocortical, que aumenta os níveis de cortisol no corpo. O excesso de cortisol, ou hormônio do estresse, como é conhecido, tem sido apontado como um impulsionador do processo de envelhecimento, pois pode afinar a pele. Quanto mais fina a pele é, mais predisposta a ter linhas finas, rugas, desidratação e uma aparência sem brilho ela será.

Não é difícil identificar os alimentos que te envelhecem precocemente, pois eles são apontados como menos saudáveis e benéficos para a saúde. Se você pretende adiar essa condição e manter a sua pele e saúde em dia, sem antecipar qualquer processo, certifique-se de manter uma dieta rica em alimentos nutritivos, evitar o álcool, cigarro e usar protetor solar sempre.

Source: 11 Alimentos que Te Envelhecem Precocemente

Você pode gostar...