PLC dos servidores: ‘Com ou sem acordo, será votado’, diz Carballal

Foto: Izis Moacyr/ bahia.ba
Foto: Izis Moacyr/ bahia.ba

 

O polêmico Projeto de Lei Complementar (PLC nº 01/18) que altera gratificações e outros dispositivos de interesse dos servidores municipais será votado na tarde desta segunda-feira (18) na Câmara de Vereadores de Salvador.

Os edis Cézar Leite (PSDB), Ana Rita Tavares (PMB) e Odiosvaldo Vigas (PDT) já se posicionaram contra a matéria. A oposição ainda vai se reunir para decidir como vai se posicionar.

Contatado pelo bahia.ba, o líder do governo na Casa, Henrique Carballal (PV), disse que não faz previsão da quantidade de votos favoráveis para a matéria, mas garante que ela será votada nesta segunda.

“Já fizemos uma proposta para os servidores. Estou só aguardando uma resposta deles. Com ou sem acordo, essa matéria será votada hoje. O importante é que ela seja aprovada”, ressaltou.

O coordenador geral do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps), Bruno Carianha, informou ao bahia.ba que o Município propôs, nas negociações, manter a progressão automática mesmo que não ocorra a avaliação. No entanto, o percentual de avanço seria de 2,5%, e não os 5,5% atuais.

Fonte: Bahia.Ba

Você pode gostar...