Grupo atira tomates em protesto contra Gilmar Mendes em São Paulo

Um grupo de cerca de dez pessoas protestou contra o ministro do STF Gilmar Mendes na manhã desta segunda-feira (9) em São Paulo.

O grupo jogou tomates na portaria do Instituto de Direito de São Paulo (IDP), onde o ministro fez palestra nesta segunda. Vários carros também foram atingidos.

Os manifestantes reclamavam que Gilmar Mendes concedeu liberdade a presos pela Lava Jato.

“Ei Gilmar, me diz por que você sempre solta seus amigos e os amigos do poder”, entoavam os manifestantes.

O protesto começou por volta das 8h30 da manhã, segundo funcionários do instituto. Policiais militares acompanharam o ato, que transcorreu sem confrontos.

Os manifestantes também apresentaram uma lista de reivindicações: fim do fundo partidário, fim do financiamento público de campanha, fim da reeleição. Defendiam a impressão do voto na urna eletrônica e a adoção do voto distrital.

O ato foi organizado pelo movimento Tomataço –que, como o nome indica, faz do lançamento de tomates sua forma de protesto.

Em agosto deste ano, o grupo também protestou contra Gilmar Mendes em debate do jornal “O Estado De S.Paulo” que contou com a participação do ministro.

Fonte: Folha de S.Paulo

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.