Cidades abrem megaprocesso contra fabricantes de opioides nos EUA 

Ambulâncias, médicos e remédios para dependentes com overdose. Legistas para os que morrem, vítimas das drogas ou da violência associada. Assistentes sociais para crianças cujos pais não conseguem mais cuidar delas. Clínicas para tratar quem tenta se livrar do vício.

A proliferação dos medicamentos opioides, declarada emergência de saúde pública pelo governo dos EUA, ameaça agora a saúde financeira de cidades e condados do país, responsáveis pela maior parte desses serviços.

Pressionados pelos gastos decorrentes da epidemia, milhares de governos municipais e condados (área administrativa na qual os Estados são divididos) vêm processando na esfera civil as fabricantes e distribuidoras de medicamentos opioides, buscando reparação por prejuízos causados pelos produtos.

Centenas desses casos abertos na Justiça Federal dos EUA foram consolidados em um grande processo federal na Corte Distrital do Norte de Ohio, em Cleveland. No fim de janeiro, o juiz Dan  Polster fez as primeiras audiências do megaprocesso, que envolve centenas de advogados. As próximas serão em março.

Fonte: Cidades abrem megaprocesso contra fabricantes de opioides nos EUA – 11/02/2018 – Mundo – Folha

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.